terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

FILHOS GUIADOS PELO PAI

  “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.” (Romanos 8:14) 
A Bíblia diz que quem é filho de Deus é guiado por Ele. O filho é aquele que se deixa guiar porque aceita ser discípulo, ser ensinado, ser cuidado. 
Sabemos que há diferença de um filho para o outro. Um é mais manso, outro mais bravo; um é mais atencioso, outro desatento; um mais amoroso, outro arisco, e assim por diante. 
Normalmente, o pai tende a estar mais perto do filho mais manso, atencioso, amoroso e que se aproxima mais. Isso não representa, portanto, que esse seja o filho mais amado, mas pode representar o filho que ama mais o pai e que prefere mais a sua companhia. 
Assim como ocorre na família, de filhos preferirem mais a companhia do pai, de igual modo ocorre com Deus. Deus não tem filhos prediletos, mas têm filhos que preferem mais a Sua companhia, amam a Sua presença. Existem filhos que se aproximam mais de Deus, que buscam mais comunhão, que querem mais do Senhor. Estes oram mais e, consequentemente, são mais abençoados. 
A qualquer lugar aonde formos, sempre haverá pessoas que são mais sociáveis que as outras. As mais sociáveis gostam de estar mais próximas. Nas Células, por exemplo, encontramos discípulos que buscam mais a companhia do líder, fazem tudo para estar sempre perto. E, se há uma oportunidade para desfrutar da companhia do discipulador, não a deixam escapar. Eles provam que amam estar perto por causa das atitudes que têm. 
Também é uma verdade que nas Células há alguns discípulos que quando encontram o líder, é para dar uma alfinetada, falar sobre algo que não estão gostando, reclamar... Eles vivem insatisfeitos. 
Por tudo isso, é pertinente afirmar que há diferença entre filhos e filhos, entre discípulos e discípulos. São filhos? Sim. São discípulos? Todos afirmam ser. A questão é que as atitudes, que somam no comportamento, são diferenciadas. 
Como pode um filho ou discípulo não se permitir ser tocado pelo pai, não permitir uma aproximação sequer?! Existem filhos que são muito estranhos, nem parecem ser da mesma família. Existem discípulos que são muito estranhos, nem parecem fazer parte do mesmo discipulado. São estranhos na Visão, estranhos com o líder. Parecem que fazem tudo para gerar desconforto ou agravar o relacionamento. 
Mas também há discípulos que são extremamente amorosos, solícitos, abertos, carinhosos, que aceitam ser guiados pela Palavra de Deus e pelo pai espiritual que Ele constituiu aqui na Terra. Submetem-se ao discipulado e são uma bênção na vida do discipulador. Alguns são mais que discípulos, são verdadeiros amigos. 
A Bíblia diz que todos os que são filhos de Deus são guiados pela Sua Palavra. E quem são os filhos de Deus? Todos que nasceram de novo, conforme João 1:12,13: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome. Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” 
Por que Deus quer nos guiar  | Guiar significa orientar, discipular, dar direção. Deus não quer que os Seus filhos andem desorientados, desguiados, muito menos como ovelhas que não têm Pastor. Não é essa a Sua vontade. Por isso, orienta-nos, através da Bíblia, a nos submetermos como filhos, a ser guiados por Ele. 
Quando um filho, um discípulo, permite-se ser guiado, ser orientado, consequentemente, tem melhor êxito do que aquele que caminha sem direção. Isso é óbvio! Todos os que se deixam discipular respondem melhor, aprendem a utilizar a linguagem do Reino e apresentam respostas satisfatórias na comunicação e interação do Corpo de Cristo. 
Deixe o Senhor guiá-lo. Ele quer dar direção a sua vida. E nada melhor do que você estar debaixo do discipulado para receber as instruções corretas do coração do Pai. Saia da rota do isolamento causado pelas feridas que você adquiriu dentro de relacionamentos errados. Deus quer guiar e dar direção a todos os seus caminhos para que você tenha a personalidade de um filho que sabe se aproximar do Pai, do discipulador, dos irmãos. 
Deixe que o Espírito Santo de Deus ministre ao seu coração e receba a correção para os seus relacionamentos, a libertação para os traumas vividos, a cura para as feridas que ainda estão abertas. Permita-se ser discipulado. 
Lembre-se de que a Bíblia diz que todos os que são filhos são guiados. Para ser aprovado por Deus, tem que obedecer a Sua Palavra. Essa é a única forma de ser aprovado.  
Entendendo quem é filho | Quem é filho? Sabemos que, de acordo com João 1:12, os verdadeiros filhos são os que nasceram da vontade de Deus. 
O filho de Deus precisa aprender a se relacionar com Ele sempre mais e mais. Não há como dizer que há relacionamento com Ele se não conseguimos sequer dar ‘graça e paz’ para o irmão que está ao nosso lado na Igreja. 
O currículo de amizade de um filho, de um discípulo, pode expressar o nível de relacionamento que ele tem com Deus. Mas, infelizmente, dentro da Igreja, muitas vezes ocorre o que não deveria ocorrer jamais: pessoas que são irmãs em Cristo Jesus, mas que não se cumprimentam. 
Por que para alguns custa tanto ser educado, cumprimentar o irmão? Porque não conseguem ser filhos guiados por Deus. Deus é amor. Ele ama incondicionalmente. Ame como a Bíblia diz que você deve amar. 
Os filhos têm o direito de ser amados por Deus, mas também têm a obrigação de amá-lO e de amar ao próximo. Alguns pensam que não podem demonstrar amor por aqueles que não conhecem, mas a Bíblia diz que, em Cristo Jesus, podemos amar. 
Saiba e creia que a atenção dos olhos de Deus está voltada para a sua vida. Você é um filho amado. Em II Samuel, Deus diz a Davi que ele foi tirado de detrás dos currais. Em um curral, existe estrume, charco de lodo. E a Bíblia diz que Deus o levou para um alto retiro e firmou seus pés sobre a rocha. Tudo isso aconteceu com Davi porque ele era um homem que se deixava ser guiado pelo Pai. 
Todos os filhos que se permitem ser guiados por Deus fazem com que Ele tenha prazer em suas vidas. 
Deus já o arrancou da lama, do estrume. Você bem lembra como era a sua vida e sabe, com certeza, tudo o que o Senhor já fez. E não apenas fez, mas continua, dia após dia, limpando-o, firmando os seus pés sobre a Rocha, ampliando suas conquistas e seus territórios. 
Os filhos provocam ou não alegria nos pais. Seja você um filho que alegra o coração do Pai, o coração do líder. Decida ser o melhor filho que você pode ser.


Mir12 ap rene

CONDUZIDOS PARA FORA DA CEGUEIRA

Mc 8.22-26 Introdução: todos nós fomos curados por Jesus no que diz respeito a enxergar algo que antes dEle não conseguíamos ver. Por ...