segunda-feira, 24 de março de 2014

O AMOR E A DECISÃO, ALIANÇADOS EM DEUS

O AMOR E A DECISÃO, ALIANÇADOS EM DEUS Jo 3.16
Introdução: Existe um relacionamento inquebrável no Reino do Céu, o Amor e a decisão. O amor é muito mais do que um sentimento, o amor é uma PESSOA.
Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. 1 João 4:8
Quando Deus amou o mundo, Ele decidiu por uma oferta. O amor sempre vai tomar decisões firmes e importantes em favor de outros. Foi uma entrega de amor na cruz do calvário por nós, pois Ele me amou de tal maneira indescritível que gerou a maior oferta de todos os tempos.
Quando alguém perde essa aliança entre o amor (Deus) e a decisão, (minhas atitudes em Deus) ele acaba tomando decisões erradas. As decisões erradas são um relacionamento inventado pelo veneno da serpente:
E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Gênesis 3:6
Eva começou a ver o proibido pelo olhar da paixão que aceita todos os desejos carnais. Paixão + Decisão = Decisões erradas. A paixão é uma forte emoção viciada no feitiço do que é “desejável, agradável e gostosa de se fazer”.  Sem medir as consequências da sua decisão Eva comeu da árvore do conhecimento do bem e do mau e ainda deu deste fruto para seu marido comer.
Decisão errada = Desastre.
À partir daquele momento o homem estava caído, falido, roubado de si mesmo e entregue ao que ele não queria viver. Quando eu decido errado eu vivo o que eu não queria viver.
Qual é a chave de viver a boa decisão?
1)      OBEDIÊNCIA ao conhecimento de Deus
a.       As boas decisões estão ligadas a boas informações
b.      Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra. Isaías 1:19
c.       Ninguém pode viver o melhor decidindo não dar ouvidos (obedecer) a Deus. A aliança que eu tenho com Deus é uma chave de obediência aos mandamentos e estatutos pois quebra-los é estar apaixonado (vivendo das minha vontades carnais).
d.      Quem vive da carne da carne vai receber morte.

                                                               i.      Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Romanos 8:13




2)      DISCIPULADO
a.       O discipulado evita muitos erros de decisão.
                                                               i.      Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Mateus 28:20
b.      Quando eu me permito ser corrigido pela Palavra de Deus através da vida do meu discipulador (líder de célula e pastor(a)) então eu serei poupada de resultados desastrosos
Ninguém está livre de errar em alguma decisão de vida, mas errar é humano, persistir no erro é problema no caráter.
Está na hora de permitir que o discipulado te trate e auxilie a tomar a decisão mais importante de amar o AMOR de Deus. Assim viveremos aliançados com o Deus Todo Poderoso e não somente com as bênçãos que ele pode nos dar.
Conclusão: Precisamos decidir pela aliança com o propósito que Deus planejou pra nós. Está na hora de revertermos os erros das decisões erradas e nos colocarmos na rota do sobrenatural.
Está na hora de decidir pela santidade de Deus e nos alinharmos com uma nova geográfica espiritual de conquista.  A sua célula precisa tomar uma decisão: VAI CRESCER E MULTIPLICAR, sua família ? decida levar pro encontro. Seu trabalho? Decida ser o melhor funcionário, o melhor profissional. Decida ser DIZIMISTA FIEL, OFERTANTE E PRIMICIADOR e então Deus vai decidir por você.
Deus só pode decidir por você se você decidir por Ele.
Vamos lá? Vamos decidir adorar e ser verdadeiros adoradores que AMAM a Deus mais e mais e se livram da paixão deste mundo.
Oração
Pr. Cassius Marcello

31 – 8515.1512 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANTO MAIS VALE UM HOMEM DO QUE UMA OVELHA

E, partindo dali, chegou à sinagoga deles. E, estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada; e eles, para o acusarem, o interroga...