segunda-feira, 4 de novembro de 2013

PAZ QUE EXCEDE AS CIRCUNSTÂNCIAS


Texto: “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus” (Fl 4.7).

Introdução: Uma das manifestações mais gloriosas na vida de uma pessoa é a paz de Deus que excede todo entendimento. É paz que não tem explicação racional, pois ela é de Deus, e independe das circunstancias que nos cercam. 
Paulo quando escreveu a Carta aos Filipenses estava preso, e mesmo de dentro da cadeia, as pessoas que lhe eram importantes receberam os seus cuidados em um momento de angustia. Ele foi um excelente consolidador.
Paulo pensava nos outros quando todos pensariam em sí mesmos.

Vejamos as instruções de Paulo para alcançar essa paz que ele usufruía:

1. Interesse pela paz entre irmãos:
“Rogo a Evódia e rogo a Síntique pensem concordemente, no Senhor” (Fl 4.2).
Precisamos trabalhar pela paz  “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; Mateus 5:9”
Paulo buscava o acordo e o renovo de aliança entre os irmãos que entravam em contenda. Devemos ser consolidadores de ambientes de perdao e renovo de aliança. Nunca concorde com o que semeia contenda entre os irmãos pois este está na mira da abominação do nosso Deus. Pv. 6.16-19

2. Ser agradecido:
“A ti, fiel companheiro de jugo, também peço que as auxilies, pois juntas se esforçaram comigo no evangelho, também com Clemente e com os demais cooperadores meus, cujos nomes se encontram no Livro da Vida” (Fl 4.3).

A GRATIDãO É A SEMENTE DO MAIS. Ser agradecido a Deus, às pessoas, aos presentes de Deus e até ser grato na dificuldade.
VOCÊ É GRATO?

3. Alegria:
“Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos. Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor” (Fl 4.4).
Alegria é uma decisão interior de adorar a Deus em meio às adversidades. 
Este é o dia que fez o SENHOR; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele. Salmos 118:24
Alegrar-se não é um opção é um mandamento pra nós.

4. Ser amável, simpático, justo, equilibrado nas emoções, agradável:
“Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor” (Fl 4.5).
Paulo exortava o povo a que fossem exemplo para com todos, mantendo a simpatia, amabilidade e influenciando aqueles que estavam ao redor.
A ideia de Paulo é que mostrassem paz no meio da tensão.
É fácil andar com você ?

5. Aquiete suas ansiedades:
 “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo” (Fl 4.6a). A confiança em Deus anula o estado de ansiedade e aquieta a mente mesmo no meio da opressão.
A ansiedade é a anti-sala do pecado. Abrão entrou na ansiedade para receber a promessa e acabou gerando Ismael.

6. Orar e suplicar:
“porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica” (Fl 4.6b). É o ato de entregar o fardo nas mãos de quem pode nos aliviar: Jesus. “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve” (Mt 11.28-30).
É necessário com fé entregar, confiar e descansar: “Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco” (Mc 11.24).

Conclusão:

A paz é o árbitro do coração por isso deixe a paz tocar o apito agora e dar cartao vermelho para ansiedade, falta de fé, grosseria e atitudes que não combinam com o SENHOR nas nossas vidas.
Orar por paz financeira (dízimos e ofertas)
orar por paz espiritual (comunhão com Deus)
orar por paz física (cura das enfermidades)
Apelo...
PR CASSIUS MARCELLO | 31 8515.1512


Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANTO MAIS VALE UM HOMEM DO QUE UMA OVELHA

E, partindo dali, chegou à sinagoga deles. E, estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada; e eles, para o acusarem, o interroga...